quinta-feira, março 08, 2007

quotidianismos

"Os muros da vida quotidiana é que me estafam"


Fica comigo esta noite, Inês Pedrosa

2 comentários:

2nunos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
2nunos disse...

os muros da minha vida quotidiana: a distancia q consigo almejar, a distancia q consigo percorrer a pe, e os limites da compreensao das palavras escritas plas quais deslizo os olhos. e mau viver no algarve, é entediante. de qq maneira, os blogs servem pa ver por cima dos muros, para escrevermos aquilo q normalmente nao nos sai da boca durante o nosso dia de socialichatices. é como mandar papagaios com mensagens para o ar, podemos escrever o q quisermos, pq quem o ler nao sabera q fomos nos q o escrevemos( so nao e tanto assim, pq ao escrevermos temos sempre presente a ideia de q devemos agradar ao leitor, o q nao deixa de ser uma merda). mas pronto, estamos cheios de preconceitos, e como ainda nao vivemos em total anarquia, nao posso ser totalmente sincero naquilo q digo. nao deixa, no entanto, de ser libertador soltar umas quantas frases ao vento