quinta-feira, dezembro 29, 2011

soldier of whatever



Para aquilo em que se acredita, esperamos sempre que as forças não nos falhem.

Caramba, esta Sade é mesmo uma tipa com bom gosto.

quarta-feira, dezembro 28, 2011

multas

A minha lista de multas da EMEL é mais extensa que a lista de namorados da Marta Leite Castro.

domingo, dezembro 18, 2011

um merry xmas em formato digital

espírito de pastel de nata

Ter mais tempo livre permite-nos...ter tempo livre.


Ter tempo livre, inclusive para ir comer uns pastéis de Belém, sem ser ao sábado ou domingo à tarde quando temos uma fila que chega ao CCB.




Entre um pedaço de pastel de Belém, uma pitada de canela e de açúcar entra por ali disparado o nosso caríssimo primeiro-ministro.


Aí está, Pedro Passos Coelho, alto, espadaúdo, bem parecido.




Passa uma vez, passa outra vez. Ao dirigirmo-nos para a saída, aí está o nosso querido primeiro-ministro a morfar/enfardar um pastelinho dos bons. Fico descansada que pelo menos o homem continua com apetite.

sexta-feira, dezembro 09, 2011

26

É só para avisar que as merdas pendentes dos 26 anos perdem a sua validade amanhã.

27 anos, nova gerência.

Natal

Pai Natal,

este ano não há lista de presentes.

Há um só pedido muito especial.


Estou a contar contigo.

sexta-feira à tarde

Parece-me um fenómeno dar-me conta que a uma sexta-feira à tarde estou a discutir avidamente a prestação dos concorrentes da casa dos segredos com a S.

necessidades

O que são necessidades?


A ) Coisas que precisamos


B) Coisas que são essenciais de termos para o nosso bem estar


C) Outro nome dado ao xixi e ao cócó.


Ora se as necessidades são coisas que precisamos, porque é que chamamos ao xixi e cócó, que mandamos fora, necessidades?


Bom, sendo assim, bom fim de semana.

terça-feira, dezembro 06, 2011

pedido especial

Quem quiser pedir ao Pai Natal que este ano o Justin Bieber arranje hemorroidas e que tenha de repetir 200 vezes por dia até fazer 30 anos "o Canadá não é um continente, o Canadá não é um continente", envie-me um email que vamos ver o que podemos fazer.

segunda-feira, dezembro 05, 2011

Amy Winehouse

Estou a mostrar uma certa resistência emocional para ouvir o novo álbum, o póstumo, da Amy Winehouse.


la piel que habito



Ora então, o que é que se sucede?


Sucede-se que quero dizer que fui ver o novo filme do Almodóvar "La piel que habito" e para quem não gosta do realizador, que vá ver. Quem gosta, que vá ver também, que a meu ver é dos melhores dele nos últimos tempos.
Consegue sempre reunir as personagens mais loucas, mais freak e sempre, sempre com a dicotomia homem/mulher, o costume dele. E mais não posso dizer, que perde a piada.

Esta história achei-a particularmente forte e arrepiante.



mexefest

Avenida acima, avenida abaixo,


Eu não ando a pé - bendita invenção da Vodafone, aqueles carrinhas dão imenso jeito.


Concerto no São Jorge :


- Quem é esta espanhola, gira? Até que gosto da música. Bebe? E aquelas pernas? Vou estar igual a ela no verão.


Concerto na Casa do Alentejo :


Que concerto fofo da Banda mais bonita da cidade. Não precisamos de mais , só o amor à música e aquela versão dos Ornatos Violeta. E o chão? O chão não está prestes a cair com tanto salto?


Concerto no metro dos Restauradores :


- Ok, não vejo nada. Vamos deixar os PAUS e ir até ao Maxime ver os Spank Rock, porque amanhã há mais.


Sinto-me meio hipnotizada com o concerto dos Dead Combo e do James Blake.

Avenida acima, avenida abaixo, festivais ainda bem que não nasceram só para existir no Verão. A avenida mais bonita da cidade.

27

Acabei de elaborar uma super-resolução para ser feita antes de fazer os 27 anos (faltam poucos dias).


Entrar nos 27 em paz de espírito.

quarta-feira, novembro 30, 2011

mexefest

Este ano vou estrear-me no SuperBock em Stock ou como quem diz Vodafone Mexefest ( e um dia vão ter que me explicar com calma o porquê deste nome).


Vou de alma e coração aberto para ouvir qualquer banda - o único que não posso e não quero perder é mesmo o James Blake, e com algum sentimento de pena por não se poder acampar e tomar banho no meio da Avenida da Liberdade - isso sim, seria o verdadeiro festival.


Espera-se alguma quantidade considerável de gente que tem a mania que é super cool, indie e alternativa, muitos óculos de massa da RayBan, alguns "Puto como é que é?" e toda essa maravilhosa fauna tipicamente lisboeta.


Dói-me a alma

cada vez que ouço a nova música dos Coldplay.
É das piores coisas que ouvi nos últimos tempos.

terça-feira, novembro 29, 2011

eu era grande fã destes tipos na minha juventude, e a bem dizer, ainda sou

Dezembro

Que o meu mês favorito do ano me traga boas coisas. Não são precisas muitas, na verdade.

aniversário

Este ano apetecia-me fazer algo para o meu aniversário.

Sem me dar muito trabalho.


Sem ter que estar à espera de confirmações.


Sem ter que gastar muito dinheiro e sem ter que fazer gastar dinheiro aos amigos que eu sei que o Dezembro é complicado.


Talvez alugar um espaço por uma meia dúzia de tostões, mandar um invite geral e esperar que o meu aniversário virasse uma bonita e bem agitada rambóia.


Ou então faço um open day na minha casa. Do tipo, apareçam.

segunda-feira, novembro 28, 2011

sábado à noite

Quase que o pão para as bifanas não ia aparecendo. Mas apareceu.

Umas mais atentas, outras ali mais além, um golo do benfica, um travo amargo para a ala verde da noite, um sofá que chegou para as 6, que terminaram a noite a falar de casamento, bebés (uau que surpresa) e a ver a casa dos segredos.

sábado, novembro 26, 2011

Só para dizer isto

Hoje, numa reportagem a propósito da candidatura do fado para património imaterial da humanidade, ouvi o presidente da câmara de Lisboa a dizer o seguinte, e em resposta ao facto desta candidatura e possível resultado trazer custos:

- Bem, nestes momentos não é só a economia que interessa. Também há a cultura, a alma, a criatividade.

sexta-feira, novembro 25, 2011

A bola vista pelas mulheres

Foi feito um upgrade do post anterior.


As mulheres juntam-se e amanhã vão ver a bola.

Notem onde o feminismo já chegou : 6 mulheres a combinarem um sábado à noite para assistirem ao Benfica-Sporting.

E trazes o vinho e trazes as bifanas e trazes a jola e trazes as entradas e trazes o cachecol. E viva o Sporting e viva o Benfica.


Prometo um relato posterior bem fiel do acontecimento.

quinta-feira, novembro 24, 2011

as mulheres também gostam de bola

Uma sportinguista e uma benfiquista sobre o derby de sábado :



- Vais ver onde o jogo?

- A lado nenhum. Mas bora a algum sitio ver o jogo.

- Bora. Depois vamos à pensão do amor.

- Bora.

- Mas onde é o hot spot para ver o jogo?

- Não sei. Quiosques da avenida?

- Isso requer penicar bifanas. Se não chover.

- Penicar bifanas é óptimo.

merkel e sarkozy

Já não aguento este novo casal.

Andam juntinhos para todo o lado e andam a fazer panelinha que toda a gente já os topou.

Greve

Duas considerações sobre a greve geral de hoje :

1. Não dei por ela. Talvez porque trabalhei o dia todo.

2. Continuem a fazer greve que fazem bem. Com greve é que somos produtivos.

segunda-feira, novembro 21, 2011

Natal

Para quem se está a borrifar, para quem não liga ao assunto, para quem não tem dinheiro, para quem prefere a Páscoa ou o Carnaval..... a altura do ano mais pesada, mas difícil de escapar e de ignorar está a chegar.


O Natal.

quarta-feira, novembro 16, 2011

pai e mãe

Pai, Mãe :

No final do ano sou oficialmente mais uma desempregada neste país.
Nem tudo são más notícias : sinto um alívio na alma profundo e vou safar-me.

Prometo.

terça-feira, novembro 15, 2011

É para isto que serve o blog

No sábado perguntavam-me porque tinha eu um blog. Se alguém se interessava pela minha vida. Sei lá se alguém se interessa.

A propósito do meu post em que falava em desenvolver um projecto meu, recebi uma mensagem muito interessante do Pedro N. com várias dicas práticas sobre o assunto, e que podem vir a ser úteis. Obrigada.

Afinal o blog consegue servir para alguma coisa, para além de mostrar os meus outfits. Espera, isso não é o meu blog.

Então é assim

Se eu me conseguir safar disto viva, com tudo no sítio e com neurónios suficientes para continuar a ser uma tipa normal, então está tudo bem.

segunda-feira, novembro 14, 2011

futebol#2



Eu não sou da elite, eu não sou da polícia e também não sou racista.

Mas o Eusébio foi atrasado mental.




Recordemos que faltam 2 semanas para o Sporting-Benfica. Ainda faltam 2 semanas. Daqui a uma semana está o país em brasa e esquece-se novamente a crise.

futebol #1

É o costume :




O português gosta de deixar tudo para a última, e confia na sua capacidade de desenrascanço.

Passa-se o mesmo com a Selecção Nacional - podiam até ter resolvido a questão, mas não - colocam meio país em ansiedade ( em exagero, para quem liga a estas coisas - mas efectivamente a Selecção Nacional ainda têm alguma capacidade de unir os portugueses, sobretudo nesta altura de crise) e a ver se amanhã a coisa se dá, e vá, a sorte é que o jogo é cá e portanto o português sempre pode ir dar o seu apoio, menos eu, que estou a estudar para o exame de sexta-feira.


Sendo assim, mando um beijinho aos jogadores todos, ao Paulo Bento, e que mais uma vez usem a capacidade de agir sob pressão, mandar os Bósnios dar uma curva e mostrar quem joga e quem vai ao Europeu. Com uns três golos do Ronaldo, de preferência.

Para um começo de semana baseado num clássico de bom gosto e quiçá um pouco kitsch

rocinha

Nunca o filme Tropa de Elite 2 me fez tanto sentido.


Este fim de semana a favela Rocinha, no Rio de Janeiro, foi tomada pelas autoridades, e está, supostamente, controlada por estas.


Acabou-se o domínio dos traficantes na favela. Porquê só agora se afinal até havia condições? Porque vem aí os Jogos Olímpicos e o Mundial de Futebol. E há interesses mais altos que se levantam.

sexta-feira, novembro 11, 2011

who knows

No exame permitiam-nos descrever uma empresa/negócio à nossa vonté. Apercebi-me que descrevi no exame o projecto dos meus sonhos - na verdade, acho que nasci para desenvolver um projecto de hotelaria/restauração.

Comecei a pensar nele seriamente. Pensei na minha carteira e o zero de capital que tenho para investir.
Terá alguma chance o meu projecto de um dia avançar?

Cada vez mais tenho menos vontade de trabalhar da forma como estou a trabalhar. Não tenho tempo, não tenho disposição, o meu saco encheu. Cruzes credo, pode a vida mudar drasticamente?

resultados do primeiro exame após deixar a faculdade

Esta semana tive o meu primeiro exame da pós-graduação.


Dois "dejá-vus" que me fizeram lembrar os tempos da Católica :


- Entrar num anfiteatro e imediatamente ocupar o lugar mais perto da porta, logo, o mais longe possível da professora.


- Ir buscar mais uma folha de ponto à distante mesa da professora e quando estou a voltar para cima ver dois companheiros de turma a tentar copiar/falar/trocar impressões com duas mesas de distância.



À parte disso, fiquei satisfeita.

quinta-feira, novembro 10, 2011

belgas

voltei aos meus 14 anos e comprei um pacote de belgas.

esqueci-me de como eram deliciosas.

quarta-feira, novembro 09, 2011

Berlusconi

A política vai perder a piada.O Berlusconi vai demitir-se em breve.


E agora, quem vai dizer as coisas mais escabrosas e ser o mais inconveniente possível? A Merkl, não?

terça-feira, novembro 08, 2011

future is all around us

Dizia-me ela ontem, preocupada, que talvez tivesse tomado a decisão errada. Que isto mexia com todos os planos que tinha feito para si e para o futuro. Não sabia do futuro da empresa onde estava - e até ao final desta semana uma decisão teria que ser tomada.


Outra diz-me que foi dispensada de metade do seu horário habitual. E ainda à outra que não lhe pagam.


Ligo a TV - é a Grécia, é o euro a fugir-nos por entre as mãos, agora é a Itália, é a Espanha que tem a maior taxa de desemprego do velho continente, é a austeridade, é os cortes, é a crise, é ver o velho egocentrismo europeu a cair - e o projecto de todos estes países que fizeram a história do planeta a ruir. Dá para fazer alguma coisa?


O mundo está lá fora - talvez em Angola, talvez Brasil. Na Europa deixou de estar. Talvez Alemanha (mas eles blindaram-se bem com a língua alemã) e lá, encostado a ver,o Reino Unido.


Tinha um ou dois planos dentro da caixinha dos planos. Já lá não estão.

greve

Mensagem recebida às 11 da manhã de um lisboeta desesperado porque os filhos da mãe dos senhores dos transportes decidiram fazer greve :


Não tenho a certeza se estou em sete rios ou num campo de refugiados em cabul...


É nestes momentos que me apetece dar beijinhos e miminhos ao meu carro e agradecer ao Nosso Senhor a sua existência.

eu?

Nova definição da Kit-Kat:

Caramba, és como o champanhe francês : boa mas seca.

tem pouco de optimus

Aí está :


Há um novo (e fortíssimo) candidato ao prémio "Outra vez, parece aquele maldito anúncio do Pingo Doce, já nem consigo ouvir esta música e ver este anúncio que passa a toda a hora" ano 2011 :


É o novo anúncio da Optimus - one, two, não sei quê all together now.

sábado, novembro 05, 2011

sugestão para este fim de semana

É importante dizer isto :


Estão duas exposições a não perder no Museu Berardo e na Gulbenkian.


Vik Muniz ( retrospectiva do artista plástico brasileiro) no Museu Berardo.

A Natureza-morta na Europa ( 1840-1955) na Gulbenkian.



quinta-feira, novembro 03, 2011

mba

Devo estar a caminhar para a loucura.

Vi um programa de um MBA e o meu cérebro começou a salivar de entusiasmo.

Dá para ser uma mistura de ministra da cultura com gestora?

mau

Estamos em Novembro.
Final de ano.

Ainda ontem era Fevereiro. Juro.

fb

Dá-me ideia que estou um pouco zangada com o Facebook e que vou tirar umas férias daquilo, vá, até Dezembro. Um post aqui, um post acolá, mas entrei em dieta espiritual.

Com sorte dedico-me mais ao blog.


No entanto vou-me permitir a entrar no FB um dia por outro só para ir cuscar dois ou três perfis altamente estratégicos, que o bom do facebook é a boa da cusquice "à lá gardene" sem que a malta saiba o que andamos a fazer.


Maravilha.

são muitos e não param de aparecer

O Tony Carreira e os filhos todos que cantam formam a Kelly Family, versão tuga.

quinta-feira, outubro 27, 2011

fabrico infinito

Tenho sentido um sururu sobre um determinado espaço no Princípe Real, que se chama Fabrico Infinito.
Compreendi depois que era o mesmo espaço onde passei há umas duas semanas e fiquei a olhar durante minutos porque tinha uma montra super original cheia de livros do Fernando Pessoa.
É uma mistura de café, com atelier, cena cool e o diabo a sete onde vou ter que ir. Querem vir comigo?

Hã?

Não curto coincidências.

Temos que ser uns para os outros - vamos lá fazer click

quarta-feira, outubro 26, 2011

verde

Então o meu Sporting dá 6 ao Gil Vicente e não digo nada sobre o assunto?


Já merecem que eu dispense do meu anorético orçamento uns trocos para lá ir ver uma jogatana.

segunda-feira, outubro 24, 2011

Bah

Não sei quanto a vocês, mas cheguei agora à conclusão que a Rihana me irrita solenemente.

sexta-feira, outubro 21, 2011

mau mau

A minha vida é uma ginasta olímpica.


Pirueta, cambalhota, voilá, pino, roda e mais outra pirueta.

quinta-feira, outubro 20, 2011

agrafo

Ontem, nos minutos que durou um acesso de fúria do mais alto representante da empresa em que trabalho, aconteceu que me agrafei.

Sim, agrafei-me. Talvez um pouco nervosa com o momento, estava a agrafar umas folhas e voilá vai um agrafo directamente para o meu dedo indicador.


Foi como nos filmes.

Não doeu. Olhei para o dedo, vi o agrafador lá metido.

Vi que estava ligeiramente profundo.Tentei tirar muito mansinho. Não deu.


Depois lá tive que fazer uma força e aí doeu um pouco.

Ainda tenho um dói-dói no dedo.

quarta-feira, outubro 19, 2011

foda-se

revelo o meu nome, morada, matrícula de carro, telefone, fotografia, profissão, bem como todas estas informações respectivas também do meu último affair (seria interessante) se alguém conseguir indicar-me quem é este anónimo que está no meu blog, não diz coisas interessantes e é um parvalhão.

abertura de espírito

Os brasileiros sempre foram conhecidos por ter aquele sorriso fácil e serem sempre optimistas, sobretudo, comparados connosco. ( agora parece que devem ter mais dinheiro que nós e por isso mais razões para serem optimistas).


Sempre tive uma " invejinha" desse capacidade de ver coisas boas em tudo o que nos acontece e gabo-lhes essa característica.




Olhem para o Reynaldo Gianecchini - todo bonzão, popuzudo, gostoso, assim e tal, e eis que a vida decidiu brindá-lo com um cancro. E ele ainda decide dizer "cancro pode ser dádiva para mim".

terça-feira, outubro 18, 2011

foi supé giro

Lembram-se de um post em que falava da festa da time out, da moda lisboa e do aniversário do lux?

Tenho considerações a fazer. Mas ainda não estão todas reunidas de forma a que as possa traduzir num textinho.

Isto é o que normalmente canto nas noites de fim de semana



George Benson - Give Me The Night

Tenho feito nos últimos dias - e continuarei a fazer nos dias mais próximos uma política de austeridade à night.
Mas a minha troika é uma coisa mais flexível, atenção, meus senhores. Não me confundam. Eu sou já uma espécie de Grécia - a querer renegociar a dívida para 50%.

um já está

A minha cabeça andava preenchida com vários assuntos. Vários, ao mesmo tempo. Um festival de assuntos na minha cabeça.
De repente, assim, eu sem conta, um dos pesos saiu de cima de mim.

No momento em que se me deu esta iluminação, até estranhei, franzindo o sobrolho - O quê, Kit-Kat? Não pode ser.

Até tenho feito um esforço (para validar ao máximo esta leveza) para sentir frustação,soltar uma lagriminha, bradar aos céus umas palavras impróprias a amaldiçoar a minha sorte, e....nada.

Zero.

maison

Hoje entrei na minha petite maison, onde espero já dormir na próxima semana.

Quase que soltei uma lagriminha de felicidade.

segunda-feira, outubro 17, 2011

Galhofeiro, bem disposto, ai Mayer Hawthorne, como eu gosto de ti

malandragem

Adquiri o clássico da literatura portuguesa " Crónica dos bons malandros", do Mário Zambujal.

Encontrei nele a personagem com um nome que eu usaria para a maior parte das pessoas que eventualmente já conheci - Tomás Caga d´alto.


E é assim, encontrei o título do filme da minha vida - "Crónica da boa malandra".



Malandra.

Malandreca.

Malandrinha.

Malandrona.

deviam era trabalhar mais 3h

Quero ter uma licença para uma certa e determinada coisa da Câmara Municipal de Lisboa.


Já falei com 10 pessoas, já falei para 30 números, e ninguém sabe esclarecer.


Deviam era trabalhar mais 3h por dia para compensar a falta de competência.

sexta-feira, outubro 14, 2011

os temas que realmente interessam

Seria previsível vir para aqui mandar bitaites, resmungos, reclamações, palavras impróprias a propósito do que o Xô Dr. Passa-mos Coelho disse ontem. Cortem tudo o que quiserem que a partir da segunda metade do próximo ano conto não estar neste país e já não quero saber.

O que interessa é a preciosidade da Cátia na Casa dos Segredos.


-Diga lá nomes de países da América do Sul.
-Ah não sei.. África?



Está tudo dito. Bom fim-de-semana.

terça-feira, outubro 11, 2011

teoria acabada de ser inventada por mim

20% da população mundial é composta por gente interessante.

Em Portugal 10% da população é gente interessante.

Em Lisboa existem 1000 pessoas realmente interessantes.

Eu conheço umas 200 delas. Vá, 150.

069

De maneiras que parece que sem ter feito nada por isso, há um lugar sempre disponível para mim no parque de estacionamento da faculdade que frequento para a pós-graduação.

É o 069. Está sempre lá para mim.

segunda-feira, outubro 03, 2011

hoje é 2ºf, esta semana há um feriado, mas isso não muda nada




Fortaleza de pedra, os muros tão levantados
Demasiados atentados, não feriram a pele
Chamam pelo meu nome, mas onde estou não oiço
Eu não peço desculpa, e agora não levo mais nada

E apareces tu..
E a Terra começa a tremer..
És o meu ponto fraco, e se alguma coisa em mim é forte.
A terra começa a tremer.

sexta-feira, setembro 30, 2011

supé fútil

Se eu fosse uma tipa muito fútil e só pensasse em boas vidas, festas e andar aí na vida do social, da noite, do etc e tal, pensaria que nos próximos tempos quereria 3 bilhetes mágicos para, e passo a enumerar :

1. 4º Aniversário da Time Out

2. Moda Lisboa

3. Aniversário do Lux

Daqui a 15 dias falamos e depois farei as minhas considerações.

defeitos

Sou defensora acérrima dos defeitos das pessoas.

Acho que somos muito mais interessantes com os laivos de mau feitio. Muito mais verdadeiros.
De vez em quando gosto de colocar o meu mau feitio em prática, em dias, de forma incosciente. Pitada de arrogância, de egoísmo, exaltação, frieza e outras coisas bonitas mais ou menos parecidas com estas.

Tenho, no entanto, um defeito que me põe fora de mim, e que pode ser geral a todo um cérebro feminimo :
encontrar coincidências em tudo o que é acontecimento na vida. Não, nada é por acaso! Não Kit-Kat, se isto acontece é porque aqui há gato!

Não, não, não. Pára tudo. As coisas acontecem. Nem tudo tem que estar encadeado. Ou pelo menos parecer encadeado de acordo com aquilo que a nossa cabeça quer encadear. Damn it.

para mim chegar a esta conclusão lucidamente é como ter descoberto a pólvora.






terça-feira, setembro 27, 2011

e digo mais

Esperava de mim ( e sei que os outros esperam o mesmo)

que reagisse de outra forma perante um momento mais complicado.

Perdi a essência de Kit-Kat que tinha há uns meses atrás.

sem assunto

Tornou-se absolutamente ridículo o estado a que a minha vida chegou, o desleixo a que me permiti chegar.
Não me lembro de aqui chegar.

Na verdade nem tenho nada de produtivo para escrever.
A vida está a dizer-me para começar do zero?


Teresinha Guilherme

Queria agradecer à TVI e em particular à Teresa Guilherme por ter decidido voltar a apresentar um reality-show.
É tudo tão mais divertido.

Era isto que deveria pensar todos os dias

sexta-feira, setembro 23, 2011

brinde

Entro no elevador no 1º piso para ir até ao 4º piso.

No 2º piso o elevador pára.

A porta abre-se e uma mulher olha surpreendida para mim.

Diz-me "Ah, o elevador traz brinde!"

Um brinde. Eu.

segunda-feira, setembro 19, 2011

ok, está decidido

Está decidido.

A partir de agora, olha, seja o que Deus quiser, ou de forma menos religiosa...

seja o que o destino tiver preparado para mim.

Não sei dizer isto de nehuma forma menos espiritual ou cliché.

mais uma decisão

Um dia a minha vida ainda pode vir a dar um filme do Woody Allen.

Na semana passada várias acontecimentos se sucederam, de maneiras que tenho a vida toda de perninhas para o ar.

A minha vida decide-se hoje às 15h.
14h55.

pós-graduação

É hoje que a minha vidinha vai dar uma voltinha de alguns graus.

Pós-Graduação, a dar no duro, segundas e quarta das 18h30 às 23h30 e sábados das 9h30 às 12h30.

Cruzes.

casa dos segredos

Não vi a casa dos segredos.
Ligo o facebook hoje de manhã, com a cabeça no trabalho e na pós graduação que começa hoje, e vejo que é a única coisa de que se fala.

Ok.

sexta-feira, setembro 16, 2011

Amadeus

A minha função é vir para aqui dar bons conselhos.

Não farei hoje a minha rentree cultural - onde os meus amigos irão em excursão (snif) ver uma peça no Casino Lisboa, porque a fiz ontem. Fui ver o Amadeus, que está no Dona Maria II.

Deu gosto ver aquela sala a rebentar pelas costuras e ainda ver uma quantidade de pessoas considerável que ter-se-à vestido para ir ao teatro e ir ver a peça sobre a história de Mozart. De 0 a 10, dou 9,99% e porque não tenho um único defeito a apontar à peça.
Desde a encenação, aos actores, à música, ao cenário, aos figurinos ( Storytailors assentam ali que nem uma luva) está tudo nos píncaros do bom gosto, do profissionalismo e do bom teatro.

Depois a história fala por si - a inveja faz de nós pequeninos, mesmo que nos leve a fazer maldades grandes. Salieri, o santo padroeirdo dos medíocres.
No final, só os bons são reconhecidos. A inveja e a sede de poder são só um aperitivo e uma desculpa para que depois, nós, os possíveis invejosos, sejamos consumidos. Dá dó.

E é isso. Vão lá, e depois digam-me se não tenho razão.

sábado, setembro 10, 2011

Mimi e Manelinho #2

Manelinho - Pensava que eram as gajas que gostavam de ler nas entrelinhas... Por outro lado, também sei que normalmente não sabem fazer com a sagacidade necessária e suficiente...

Mimi - Isso é o quê? Sê directo, é melhor.

Manelinho - É o que eu faço.... E tu inventas um pouco logo de seguida.

Mimi - Foi só uma impressão legítima.

Manelinho - A legitimidade é uma consideração leviana quando infundada.

Mimi - Uma leviandade também pode ser legítima,e que essa sim, será sempre infundada.


to be continued..
É fácil ser-se invejoso.
É fácil mandar abaixo.
É fácil ser mesquinho e mal-formado.
É fácil acusar com leviandade.

Difícil é não perder a essência.
Difícil é mantermo-nos à tona.
Difícil é manter-se distante dos ninhos de víboras.

É fácil tentar destruir. É dificil aceitar que os outros são melhores que nós.
É fácil reconhecer aquilo que somos e mostrar aos outros o valor que temos.
É dificil eles reconhecerem.

É ainda mais fácil mandá-los à m*rda.

o importante é

Abraçou-me e disse-me ao ouvido :

O importante é sorrir.

farra

Ontem foi sexta à noite.

Ontem fui sair com as miúdas. Jantar para aqui, gargalhadas ali, fumar umas coisas esquisitas do tipo "xixa" e ir acabar a noite naquele local denominado Urban Beach onde vou de 6 em 6 meses porque me faz comichão 99% das pessoas que lá vão. E a música também me faz comichão.

No entanto, gosto genuinamente de farra, de borga, de festa, de bora lá, de sexta-feira à noite, de sábados à noite, de convívio, de rambóia, de laurear a pevide, enfim, dos sinónimos todos que vos possa surgir.

terça-feira, setembro 06, 2011

tou a ficar para velha

- Tou?
- Tou!
- Ah Kit-Kat, desculpa pensava que estava a ligar para a minha avó.







Ok.

hoje é 3f

A capacidade que tenho de me surpreender ( a mim mesma) é inigualável.

Digo coisas, faço coisas que nem sei muito bem de onde surgem, e que não lembram nem ao Jesus baby.
Nunca conhecemos os outros na totalidade, nem a nós mesmos.

E agora vou trabalhar, que a minha vida não é isto.

segunda-feira, setembro 05, 2011

gentoa parvus

Virei especialista em gentoa parvus, ou seja, é a espécie de pessoas que são extremamente parvas e que se encontram aos pontapés por aí, e que por alguma razão,gostam de se aproximar de mim.

domingo, setembro 04, 2011

processo de tomada de decisão

Na maior parte das vezes, é assim que funciona :


Fase 1 - Opá... não sei o que decidir. Logo vejo.


Fase 2 - Esta porcaria está a afectar-me.


Fase 3 - Ando aos caídos a amaldiçoar tudo e todos.


Fase 4- Algo acontece e eu espevito.


Fase 5 - Tomo a decisão certa. Sempre.


Sempre acreditei na minha intuição.

quarta-feira, agosto 31, 2011

who knows

Alimento uma mistura de desejo e esperança ( para além de confiança em mim e no meu destino/karma/sucesso/vida) que daqui a dois/três anos eu possa ter a oportunidade de construir um negócio meu, surgido de uma qualquer ideia que possa surgir da minha cabeça ou em partilha com o(s) meu(s) futuro(s) parceiro(s) de negócios.


Estou farta de chefes. Dos maus, claro.

Oh homem pára de ser assim que até irritas

mas porquê, pergunto eu, e perguntam muitas mulheres (quiçá) alguns homens, mas porque raio é que tu continuas a ser tão charmoso e apetecível? E sempre com esse ar de solteirão - para quê assentar, se elas gostam todas de mim e eu posso ir sendo feliz nos biscates?


Raios "ta" partam! George Clooney

encher o saco

Quem está mal, muda-se.

E quando se muda, é para melhor.

Kit-Kat está a começar a encher o saco e prevê nova mudança até ao final do ano.

sexta-feira, agosto 26, 2011

Anónimo

Tenho um anónimo no meu blog desde há uns tempos que me vai corrigindo os erros e etc.

Começo a desconfiar quem seja. Meu anónimo de um raio, eu conheço-te....

amanha é sábado

"Não trouxe os óculos, mas estou-te a ver".


Aquela voz rouca soou-me aos ouvidos, perdida no meio daquela confusão, vinda das profundidades superficiais daquele corpo encostado naquele corrimão, daqueles olhos negros e profundos que me olhavam com um misto de delícia e distância.


O click da empatia foi rápido, inesperado e como nos filmes, falámos de filhos, de trabalho, de lugares que gostavámos, do que queriamos para o futuro e onde queríamos estar.

Numa tentativa frustrada da vida de me impressionar, percorremos Lisboa a pé, demos dinheiro aos sem abrigo, e vimos que 1km de distância nos separava todas as noites.


Não sei quanto tempo se passou nos entretantos,das vontades cruzadas, das indisponibilidades emocionais, dos desejos carnais agudos, da partilha do sofá, das histórias das vozes que existem na cabeça de cada um e das permanentes e infinitas insinuações.


Aquela gargalhada fácil e aquela voz rouca ainda soa na minha cabeça para me fazer lembrar que tem dia que noite é foda.

hoje é 6f, que bom

Ontem, não sei bem a que propósito e nem sei em que contexto, descortinei uma teoria (que possivelmente já alguém terá descortinado) que passo a partilhar.

Maior problema entre homens e mulheres :


Homens - como são seres básicos, fazem tudo e dizem tudo, muitas vezes sem intenções e sem capacidade de prever o que as mulheres podem entender disso.


Mulheres - como seres complexos, encontram porras de significados em tudo o que os homens fazem, remoem as situações por longas temporadas e chafurdam nas suas próprias dúvidas.


Homens - Desligam o botão off imediatamente a seguir ao terminar de uma relação/caso/affair/etc, mas porque o inimigo do depressa é o bem, há sempre um momento que tornam a voltar.


Mulheres - Como os homens são lentos, demoram. E como demoram, as mulheres têm muito tempo para esquecer os homens. Quando eles voltam n´a pas de rien para ti, baby.


Conclusão : depois os homens ficam todos apanhados da pinha e as outras que levem com a borrada.

sexta-feira, agosto 19, 2011

escrever

São expressões habituais,

"Kit-Kat, não contas nada, não sei nada de ti"

"A Kit-Kat é meio fria não é?!"

"Kit-Kat, deixa de ser assim tão racional"

"Porque é que não te abres de uma vez por todas e não falas?"

Ainda estou a encontrar vantagens em contar fio a pavio do que faço e do que deixo de fazer ou sequer sentir, de ser menos fria, de ser "racional"(tenho dúvidas) e etc. Um dia pode dar-se essa epifania, e eu virar uma tipa diferente.

No entanto, sabe bem de vez em quando pormos tudo num papel e perceber que em meia dúzia de linhas conseguimos traduzir o que vai cá dentro. Melhor ainda quando escrevemos para alguém ler. Dá um certo alívio mental-espiritual-social. Isto aqui dentro deixa de estar reprimido,apertado, agarrado à pele. Deixamos de estar curvados, com peso nas costas, é possível ficarmos firmes e hirtos novamente.

Maravilhoso, esse poder libertador das palavras. As escritas, que nos permitem pensar, baralhar, voltar a dar e escolher o certo, que para o receptor pode ser o errado. Às palavras escritas falta-lhes o poder da voz, da presença em presença. Mas ganha no efectivo registo, em beleza e em maior eternidade. O que está escrito, é assim que fica.
Um gosto de ti dito é bonito. Mas e escrito? Está ali, podemos olhar para ele, quantas vezes quisermos, sem que se gaste e sem que tenhamos que recorrer à nossa memória para lembrar esse momento. Um não gosto de ti escrito segue a mesma teoria. Podiamos preferir esquecer esse momento, do que tê-lo, assim, escrito. Lê-lo, uma vez que seja.
(Teoria válida para estas frases e para todas que queiram considerar.)

A escrita é aquela fuga, tão mais que universal, dos bons e maus momentos e da vidinha que vamos levando. Depois há quem a domine e seja, por assim dizer, escritor. No entanto, a escrita não tem preconceitos ou tabus. Está ao alcance de todo e cada um, que pode embrenhar-se na sua escrita mais ou menos interessante,aborrecida ou com outro adjectivo. Todos com direito de a utilizar.
É um direito universal.


Devia escrever mais vezes.

6f à noite.



A minha vida virou um absoluto descontrolo. O meu espírito entrou numa greve e desleixo que só podia dar nisto. Reset. Imediato e urgente, muito urgente.

terça-feira, agosto 16, 2011

mimi e manelinho #1

Era uma vez uma menina chamada Mimi e um menino chamado Manelinho.

Ouvi assim a conversa deles, com a sua permissão, numa tentativa feia de invasão de privacidade. Ainda assim eles deixaram e eu achei curioso :


Manelinho - Não me apetece. Está-se bem aqui.

Mimi- Mas ficas aí a fazer o quê? A dormir? A ler? Sem mim, ainda por cima sem mim!

Manelinho - Sim! Anda cá ver se queres!

Mimi-Sem mim. Sempre.

Manelinho -Só é sem ti se quiseres. Vá, anda lá.

Mimi- Já aí estou!

Manelinho- Trabalhas amanhã? Vamos à praia! Vais fazer gazeta.

Mimi- Manelinho! Achas que sim? Sabes que gostaria, mas no puedo. Responsabilidades esperam-me. As you may know!

Manelinho - I may no nothing. But even that I don´t feel like I can.

Mimi - Manelinho, poupa-me.

Manelinho- És uma betinha! Anda la daí, está a fazer-se tarde!!!

Mimi- Não sou betinha.

Manelinho - És.

Mimi - Tu és louco.

Manelinho - Tenho é esperança de ser um génio.

Mimi- Claro.

Manelinho - Estou farto de repetir... anda lá aqui ao pé de mim!

Mimi - Estou à tua disposição, Manelinho, não vês?

Manelinho- Não precisas de estar à disposição. É só responder favoravelmente à solicitação.

Mimi- Pois não, não estou mesmo à tua disposição.

Manelinho- E eu que saiba!!!

Mimi- Seria bem melhor estares tu à minha disposição, Manelinho!

Manelinho- E estou....Às vezes.

Mimi- Não estás! E se estivesses não era para ser às vezes.

Manelinho - Estou sim, olha para mim aqui. É que sempre enjoa-me.

Mimi - É insóficiente.

Manelinho- O meu nome do meio é insóficiente.

Mimi- Manelinho, vai dormir.

work

A única coisa pela qual vale a pena perder o sono, ganhar stress, irritar-se, sentir-se frustração é pelo trabalho.

O resto vale muito pouco.

o tempo voa

É sempre um óptimo desbloqueador de conversa comentar o facto do tempo passar tão rápido.

Cliché, mas uma grande verdade, vejamos :

Estamos a meio de Agosto, daqui a bocado é Outubro, e num tirinho é o Natal e o fim de ano e quando der por mim já acabei a pós-graduação (Julho 2012) e já estou perto dos 28 anos.

quinta-feira, agosto 11, 2011

deolinda-mos

A coleguinha da parte financeira está desde as 10h da manhã (são 5 da tarde) a ouvir Deolinda. Os hits já repetiram umas 5 vezes e de vez em quando - sorte a minha - há uns não hits que tocam.


Não sei mais o que fazer.



O meu cérebro reage com espasmos cada vez que uma nova música começa, a minha voz quer erguer-se e dizer-lhe PÁRA COM ISSO, METE UNS AUSCULTADORES OU UNS FONES, SEI LÁ! e o meu sistema nervoso já dança o tango.

Don´t turn it off. Always bombating


terça-feira, agosto 09, 2011

a preta tá coisa ou vice-versa ( lá para os lados de Londres)



(fotogaleria do Expresso.pt)

O English bem comportado, pontual e com a mania do chá está a perder as estribeiras.
Não está a ser bonito nem augura boas coisas.

irrita-me#3

Eh Kit-Kat, três posts seguidos com o mesmo título?

É verdade.
Desta vez o que me irrita, irrita a maior parte das pessoas: as coisas não acontecerem quando queremos e como queremos. É porrada no ego na certa, e das quatro, uma : ou aceitamos essa merda e ok tá tudo bem, ou temos paciência e esperamos por melhores dias, ou então a minha preferida:

-reagimos à grande e à francesa e sabemos que mais tarde ou mais cedo, a coisa dá-se.

( é que há várias maneiras de esfolar um gato)

irrita-me#2

Ar condicionado.

Entro por ali dentro e parece que entrei na Sibéria. É espirro certo.

segunda-feira, agosto 08, 2011

irrita-me

Podem insultar-me ou achar que sou até uma idiota, mas não compreendo o fenómeno de jogar raquetes na praia.
Aquele barulho irritante de :

- pim pim pim



-poc poc poc


Tira-me do sério.



E acreditem, ainda tudo parece mais ridículo se as pessoas que tiverem a jogar raquetes estiveram nuas. Homens, em particular.

quinta-feira, agosto 04, 2011

catano

Havia no máximo, 5 pessoas, que gostavam realmente do Sócrates neste país.
Agora só há 3. (O pai e o irmão do ex-primeiro ministro José Sócrates morreram nos últimos 15 dias.)

Não é coisa que se espera que aconteça na vida. Cum catano
.

it seems

I´m laughing at devil´s advices. And I don´t care.

terça-feira, agosto 02, 2011

Quando for grande vou ser pianista, ou como o Jamie Cullum é lindo


E na passada sexta-feira deu-se o encontro.

O encontro entre mim e o Jamie Cullum.


Estava um pouco na expectativa, afinal de contas, já havia várias vezes que tínhamos tentado e não tínhamos conseguido.

Sendo assim, o Jamie presenteou-me ( e à malta toda que estava em Cascais) com um concertaço daqueles. Quero destacar isto : o "Love is a losing game" da Amy Winehouse foi cantado no meio de um respeitoso silêncio e eu juro que pude ouvir os grilos (e talvez a Amy também tenha lá passado naqueles minutos.)
De resto, cantei do princípio ao fim, entusiasmada com(o) o Jamie, e decidi, que, quando for grande, vou ser pianista.


negócios da china

Ora :


O Estado vende o BPN ao Banco BIC ( $$$ angolano) por 40 milhões de euros.

O Benfica vende o desastre de guarda redes Roberto por mais 100 mil euros que o comprou - 8,6 milhões de euros.


Faz sentido. A epóca de saldos começou dia 15 de Julho e isto está dificil para todos.

quinta-feira, julho 28, 2011

Men are not nice guys ( tínhamos saudades)



Julian Casablancas (The Strokes)

is this it - and it still does

Passaram 10 anos ( quantos?) desde o lançamento do mítico Is this It dos The Strokes. Nos anos 2000 voltámos todos a ser cool, e fez-se história.



Comecei a ouvir The Strokes na Universidade e achava-me um máximo, porque aquele rock despreocupado, directo e espontâneo soava-me bem e eu sentia-me feliz.


Passados 10 anos, continuo a gostar ( e continuamos a gostar do ar "yeah não preparo nada este cenário, mas somos vedetas, temos é que continuar a ser assim) destes tipos. Também gostei de os ver ao vivo no SBSR (aliás, ainda não falei do festival aqui-mas entro de férias para a semana, vou ter tempo).




Passados 10 anos continuo a achar-me um máximo. Há coisas que nunca mudam!

Também sempre gostei desta foto por causa do tipo do lado esquerdo e porque o Julian Casablancas vai surgir no próximo post.

quarta-feira, julho 27, 2011

p.r.

afinal de contas eu era só uma miúda que acreditava em cenas cor-de-rosa.

agora só acredito em cenas cor-de-rosinha desbotado.


cor-de-rosinha gasto.

cor-de-rosinha velho.




Sem cor.

2011

Se me perguntarem se o ano de 2011 está a correr bem ou mal, não saberia responder.

Já aconteceu tanta m*rda que já não me lembro de metade e por isso não sei fazer o balanço deste ano.

She said no no no



Juntou-se ao clube dos 27, dizem.
Aos 27 anos (que parecia uma idade distante, mas que está agora a uma distância de 5meses) gente como o Jimi Hendrix, Kurt Cobain, Janis Joplin - e mais alguns, também a Amy Winehouse decidiu despedir-se.

Tenho pena. A música dela fez muito sentido em determinados momentos da minha vida, em que sentia a melancolia e a sombra que a Amy sempre transmitiu tão bem.
Acho que foi um produto do mercado em que vivemos. A partir de determinada altura já só vendia porque era uma drogada, os paparazzi adoravam sacar fotos dos seus estados absolutamente decadentes e as notícias que apareciam eram só para contar as últimas bebedeiras e disparates que fazia em palco.
Não sei onde andavam os pais desta senhora durante este tempo todo para deixarem-na cair nesta podridão.

Fica a música. E aquele travo a "Live fast, die young".

Afinal encontrei o homem da minha vida!


Hélio, o homem que decidiu ser o fenómeno do ano e dizer " Puto, o medo é uma cena que a mim não me assiste".
Na altura em que vivemos, não há melhor frase para termos como filosofia de vida.

terça-feira, julho 19, 2011

extra

Ora vamos lá a ver :

Alguém tem ideia de como a Kit-Kat pode ganhar uns trocos extras ao final do mês?


Exclui-se prostituição e call centers.

digo tudo

Revelo o meu nome completo, o meu número de bilhete de identidade e o nome completo dos meus últimos 15 affairs quando o anónimo que habita o meu blog fizer um comentário realmente produtivo aos meus posts.

Segurança Social

Recebi uma multa da Segurança Social, de há 3 anos atrás.


E se fossem todos comer baldinhos de merda, hein?

segunda-feira, julho 18, 2011

horrível

Ás vezes acordo e penso que sou uma pessoa horrível.

sem sal

Luis Montez, owner da Música no Coração, ou empresa organizadora do Super Bock Super Rock:


"Um festival de verão sem pó é como comida sem sal".


Luis Montez não se está a preocupar com a tensão alta dos portugueses.

terça-feira, julho 12, 2011

notícia de última hora

Acabou de sair no jornal, e achei importante partilhar :


Kit-Kat está cansada, moída, a arrastar-se, só quer levantar-se da cama das 10h em diante. Precisa de férias urgentemente!


Dormir até tarde, boa vida e etc são necessárias. Já!

segunda-feira, julho 11, 2011

pré-determinação

Não consigo entender aquelas pessoas que escolhem a roupa que vão vestir de véspera. A sério, não consigo mesmo.


Eu já no próprio dia sou uma nódoa a escolher - se parece que vai fazer bom tempo, venho de vestido e depois fica cinzento e prestes a chover, e se parece que vai estar fresquinho calço uns ténis, visto umas calças e sofro de calor.


O conceito de pré-determinação do vestuário está longe da minha caminha da evolução.

domingo, julho 10, 2011

luz ao fundo do túnel

Podem querer chamar-me de irrealista, ingénua, naif ou alheia da realidade, mas eu continuo a acreditar que um dia esta crise vai terminar, que este país não se vai transformar no caos assustador que a Grécia se tornou, e que isto não é o fim do mundo, e que a Troika ou o FMI são um mal necessário e que há luz ao fundo do túnel.


Uma portuguesa que não está pessimista? Eh lá.

Espero não ser a única.

ISEG

Oficialmente serei aluna do ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão, a partir do dia 17 de Setembro.

Até lá, é aproveitar a boa vida de quem, depois, terá um ano de luta entre o trabalho e universidade.


Há em particular uma cadeira que me está a deixar bastante entusiasmada : Finanças para marketing.


Ui, finanças. Que bom, finanças.

quinta-feira, julho 07, 2011

Ora vamos lá a ver, isto é ou não boa música?

eu gosto é de animos exaltados

Depois do Sócrates (é que o Passos Coelho ainda não fez nada digno de ser odiado, hmmm vamos dar-lhe mais uma oportunidade) o ódiozinho de estimação favorito agora vão ser as agências de rating, ou parecido, nomeadamente aquela que nos considerou lixo, que dá pelo nome de Moody´s.
Acho que isto nem é nome de agência de rating, coisa de credibilidade. Para mim tem nome de loja de chocolates ou de brinquedos, não me perguntem porquê.

Sendo assim vamos todos mandar à merda os Moody´s, seus capitalistas engenhosos, o que vocês querem, sabemos nós.

terça-feira, julho 05, 2011

segunda-feira, julho 04, 2011

isto sim, é um casamento!

Mas porque é que ninguém fala do casamento da Charlene com o solteirão-mais-cobiçado-e-menos-bonito da realeza?
Porque soa a falso? Porque se diz que a noiva tentou fugir um par de vezes e houve sempre quem a apanhasse?

Façamos a legenda desta foto, tirada no dia 1 de Julho, dia do casório ( civil) :




Charlene - Ai Beto, vou encostar a cabeça no teu ombro, que me dói a cabeça de tanto pensar nas várias formas que tinha de fugir para não casar contigo. Ainda assim, consigo fazer ar de feliz, vês?


Alberto - Hmmmm, aquela plebeia ali ao fundo parece-me bem jeitosa. Deus queira que não lhe faça nenhum filho quando for para a cama com ela.

quinta-feira, junho 30, 2011

trabalhinho que é bom...nada!

Quem tenha muita vontade de trabalhar....
Venha trabalhar por mim que eu hoje não estou para aí virada.

sexta-feira, junho 24, 2011

amy wine(house)

Quando é que alguém ( da família, tipo pais ou irmãos ou marido/namorado) ou do staff todo da Amy Winehouse (que devem ser bastantes) vão conseguir fazer com que ela não entre mais em palco a cair aos bocados e a cantar como uma orca com o cio?


É que pelos vistos é pedir muito ter alguém no meio daquela gente para controlar o consumo de drogas e alcool antes dos concertos. Pedir mais ainda é garantir que ela entra em rehab e que não anda aí a desperdiçar os quilos de talento ( totalmente proporcionais aos quilos de coca que ela consome.)


Assim poupava a malta de ver figuras tristes. E à humilhação da própria.

Dá a parecer que também rende que ela continue a aparecer nos media por causa disto.

sexta-feira, junho 17, 2011

Kayne West

Ontem fui à apresentação do Sudoeste TMN e tive sorte que ainda vi o Jamie Woon a cantar, e tinha pendurado ao pescoço um badge todo catita, epá,muita divertido, e eu achei tudo óptimo, exceptuando que o som no armazém F não é dos melhores.



A Música no Coração este ano anda a mandar baile e decidiu trazer o Kayne West ao festival Sudoeste. Artista esse que só recebeu rasgados elogios com o seu último albúm, ganhando estatuto de sou-quase-mega-estrela.



A temperatura sobe sempre no Sudoeste. Este ano, dia 5 de Agosto, vai subir ainda mais, e eu quero ver se lá vou ver se aquilo aquece mesmo ou não.

verão

Não há tempo nem ideias para se escrever neste blog.

Vem aí o verão, a coisa promete, que eu quero é sol, praia, paz e sossego, algum trabalho, boa vida e os amigos.
Vem aí o verão e toda a gente fica alterada, há uma loucura generalizada no ar, e eu dá-me ideia que o verão ser agitado e bom.

quinta-feira, junho 09, 2011

enfim

A quantidade de zeros na minha conta bancária é igual à quantidade de neurónios que o José Castelo Branco tem.

quinta-feira

Ora portantos....

A minha cabeça anda a mil, o corpo também, e por isso é que sou uma cabecinha de vento, porque não tenho tempo para pensar, assentar, decidir e fazer.

Amanhã embarco para Berlim (até ver), vou passar 4 dias a ouvir falar numa língua que não entendo, vou passar 4 dias a visitar sitios que não conheço, e que, me vão estimular (mais ainda) o cérebro. Vou a Berlim na altura certa, no momento certo.



Se o impensável acontecer, vou ficar em Lisboa a curtir os Santos Populares.

segunda-feira, junho 06, 2011

epá, tudo bem

Antes de qualquer comentário : não sou homofóbica.

Um casal de gays no café do chiado a discutir:

- Bla bla bla bla..epá FAZ-TE HOMEM!


Eu acho que teve piada.