segunda-feira, setembro 10, 2007

a melhor coisa do mundo


Há tanta coisa que podemos dizer que é a melhor do mundo.
O chocolate, o sorriso de que mais gostamos, o pôr de sol da nossa janela, o brinde no restaurante com os nossos amigos, o viajar, o simples receber de um telefonema com boas notícias, um gelado no inverno, aquele filme que nos faz rir,aquele abraço que há algum tempo esperávamos receber, a nossa música preferida a ressoar em alto volume no nosso carro, o acordar num sábado tranquilo sem termos que ir trabalhar, pôr o relógio de parte nas férias e não ter pressas, o beber de um delicioso sumo numa esplanada com vista panorâmica do nosso local favorito.

Afinal, são tantos momentos e sensações que podiam caber aqui neste texto. Mas, e se de repente tivesse que escolher só uma?

Podia escolher a praia.
Verão ou Inverno. Vazia, ou com mais chapéus de sol a colorir o areal. O descalçar dos sapatos e os grãos de areia, a entranharem-se nos nossos pés. Uns grãos de areia dentro dos nossos ténis.
Sol, a torrar, o cheiro do protector solar. O mar azul, transparente. Céu nublado, o vento a soprar, o mar azul, mais acinzentado. As cores do mar. A cor da toalha da praia. Estendida, onde nos estendemos. Dobrada e revirada, impossível de controlar se o vento dá de si.
Pequena ou de vasto areal. Com rochas a fazerem-nos companhia e a pedirem-nos cuidado onde pomos os pés. Com todo o horizonte à frente. Olhamos para a esquerda, mar, olhamos para a direita, mar. Nada mais.
O corpo, num reduzido bikini, num antiquado fato de banho, nuns calções de banho com flores havaianas. A água fria, gelada. A água menos fria. As ondas, a rebentação. O mar sem ondas. A maré vazia e a maré cheia.
O mergulho. Tímido, espalhafatoso, de chapa. O som do nadar e do nosso chapinhar na água.
Estendidos na areia, olhos fechados, ouvidos atentos com o som das ondas a rebentar.
O corpo molhado, o corpo seco, com o sabor do sal.
Boiar. O mar por baixo de nós, e em cima, o céu.
De dia, de noite. Sempre.

A praia.

3 comentários:

Jean Manel disse...

Tinhas razão... adorei ;)

MLamy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MLamy disse...

A praia! Ai ai...a praia!!! As horas que lá passámos, sem puder desfrutar! É crime!!!Punível, certamente!!!
Pois é...
...mas Espanha também tem boas praias =)
Já partis-te de "nostras terras"? Jis